Feeds:
Artigos
Comentários

I Curso de Aromaterapia para a Acupuntura e o Shiatsu.

https://arnaldovcarvalho.files.wordpress.com/2014/12/b1a2d-bloch.jpg?w=500“Almejar uma sociedade que ainda não existe, mas que é uma possibilidade real”.

Ernest Bloch (1885-1977)

Arnaldo:

As informações sobre o curso não contam (esse post é de 2010!) mas as informações sobre o Shiatsu Emocional são de fato relevantes. Recomendo a leitura.

Originally posted on Portal Verde:

Por Arnaldo V. Carvalho*

Shiatsu, para muita gente, é aquela terapia japonesa “boa pras costas”. Mas aí é assim, a gente chega num terapeuta mais humanizado e ele explica que o shiatsu não é só pro corpo, mas para a energia, e que isso vai equilibrar todo o ser, sem divisões entre emoções, mente, e a parte física, com seus músculos, fluídos, vasos, órgãos… Então tá, a gente ouve aquilo e faz a terapia. Faz e se sente bem. Que bacana! Mas, passam-se alguns meses… E as dores voltam. Por quê?

O Shiatsu Emocional tenta responder a essa pergunta indo buscar na psicologia, na medicina psicossomática e na neurociência o conhecimento necessário para que se possa garantir que a terapia atinja seus objetivos de forma mais efetiva. Sabemos que grande parte do que se passa na vida adulta, tanto no plano físico como emocional, tem relação direta com a forma…

View original mais 656 palavras

Papai Noel GrafiteiroEsse Papai Noel grafitado passa por mim quando perambulo por São Paulo, no tempo em que ainda trabalhava lá. É gaiato, e não faz mal a ninguém, pois está pintado sobre um horroroso tapume de uma obra parada há tempos. Ao menos confere algum movimento e humor à selva de pedra.

Arnaldo:

Semana que vem rolará essa ideia superoriginal da Manauense Maria Helena. Grandes nomes e temas participarão do I Congresso Online de Massoterapia. Pode ficar melhor? Pode – É DE GRAÇA!!! Estarei lá representando o Shiatsu.

Originally posted on SHIEM - Escola de Shiatsu:

Shiatsu é tema em Congresso Online de Massoterapia

Palestra do Prof. Arnaldo V. Carvalho é um dos destaques

http://viafamilia.com.br/files/2014/10/phptc64EQ2-199x175.png
O  1º CONABEMA – Congresso Nacional online sobre os Benefícios da Massoterapia – será realizado  nos dias 08 a 14 de dezembro de 2014. O Congresso é 100% virtual, com as palestras exibidas online. Assim, será possível assistir de qualquer lugar, e o melhor, gratuitamente.

Nele, serão abordados temas de máxima relevância para os adeptos da Massoterapia, e entre eles, o Shiatsu.

O Prof. Arnaldo V. Carvalho, de nossa Escola de Shiatsu  – Shiem – será o representante do Shiatsu no congresso. Com o tema: “Shiatsu como caminho de desenvolvimento interior”, Arnaldo discorrerá sobre as raízes culturais que permitem à prática do Shiatsu funcionar como um “Dô”, um caminho de desenvolvimento psíquico e espiritual, oferecendo o mais profundo dos muitos benefícios desta terapia.

Para se inscrever e obter maiores informações sobre esta…

View original mais 30 palavras

Arnaldo:

Mais um post sobre o que iremos apreciar em nossa viagem, marcada para outubro 2015.

Originally posted on Japão 2015: Caminhos Essenciais do Shiatsu:

As Torôs, típicas lanternas de pedra do Japão constituem um forte marco em sua cultura.

Como descrito na Wikipedia*:

Tōrō (灯籠 ou 灯篭, 灯楼) é o nome de uma lanterna japonesa feita de pedra, madeira ou metal, tradicional do Extremo Oriente. Na China, os espécimes existentes são muito raros, e na Coreia não são tão comuns quanto no Japão, onde foram originalmente utilizados em templos budistas para iluminar e alinhar os caminhos. Durante a Período Heian (794-1185), porém, passaram a ser usados em santuários xintoístas e em residências privadas.

As lanternas possuem uma variedade de formas e tamanhos, e ao longo da história constituem um elemento comum de jardins japoneses e locais sagrados (incluindo templos, caminhos de peregrinação e cemitérios). São usualmente feitos de pedra e colocados em pontos selecionados como em ilhas, no final de pontais ou próximos a construções significativas, onde eles fornecem tanto luz como…

View original mais 107 palavras

Sobre a ilusão

Conversas imaginárias com Reich e Neill

Arnaldo V. Carvalho

Um dia, conversei na minha cabeça com o fundador da escola Summerhill, A. S. Neill, e seu velho amigo Wilhelm Reich.

Reich odeia a ilusão, porque entendeu que é nela que vive a não aceitação dos fatos, e portanto, todo o sofrimento humano.

A. S. Neill acha que a ilusão é coisa de criança, e portanto, fase passada no adulto sadio. Pontuei com o Neill da minha cabeça sobre minha teoria da acumulação de fases; após algum tempo refletindo com seu cachimbo, o velho educador, que conversa comigo já na beira dos seus 90 anos – concordou que, se um adulto puder trazer seu recurso lúdico nos momentos apropriados – ao brincar com uma criança, por exemplo – tendo o aparelho psíquico maduro, talvez isso traga uma graça a mais na vida e melhorem-se os conflitos de gerações.

Como foi Neill quem disse isso, Reich “meio que” respeitou. Fez aquela cara feia,
comprimindo as sobrancelhas, e após uns segundos de nariz torcido, decidiu:

– Não tenho tempo para lidar com isso, Neill. Tenho coisas mais importantes a pensar e a fazer.

Arnaldo V. Carvalho, terapeuta, estuda a obra de A. S. Neill e Wilhelm Reich há muitos anos, e adora “conversar” com seus autores mais influentes.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.798 outros seguidores

%d bloggers like this: