A falsa normalidade e o apogeu da alienação

O incêndio que mais me preocupa é da política ambiental e das ...

“(…) José Saramago falava dessa cegueira coletiva. As novas ditaduras já não precisam de ditadores. Usam-nos, depois de nos roubar a visão crítica do mundo. Ainda agora há apelos para voltar à normalidade (sair do isolamento social). A economia deve continuar, dizem. Mas que normalidade e que economia estamos a falar? Num país como Moçambique a aplicação cega das soluções implementadas em outros países seria um desastre social e humanitário de proporções gigantescas. A maior parte da nossa sociedade sobrevive na esfera da economia informal. Essa economia continua a ser invisível aos olhos dos governantes, ainda que ela ocupe a maioria da população”.

(Mia Couto, 1955-)

Tinha de ser Mia Couto!

Mia Couto – Wikipédia, a enciclopédia livre

“Nós quase nada sabemos sobre os vírus e as bactérias. E essas duas entidades são a base da própria vida. Dizemos que essas criaturas são invisíveis apenas porque nós não as podemos ver. Chamamos-lhe de micro-organismos. Custa-nos a admitir, mas quem controla a existência e a evolução da vida são essas criaturas ditas invisíveis. Não somos nós. Essas criaturas estão, nesse sentido, mais próximas de Deus do que nós”.
(Mia Couto, poeta e biólogo 1955-)

Autocrítica, virtude cada vez mais escassa e cada vez mais urgente

Republico aqui o artigo de Leandro Konder sobre a importância da autocrítica. Filósofo marxista, em algum momento do texto ele dialoga mais diretamente com seus companheiros. Mas a ideia de “curriculum mortem”, de que está na hora a sociedade assumir suas chagas, assim como seus indivíduos, é para todos nós. Espero que o texto permita reflexões.

(Arnaldo V. Carvalho)

 

Nota: O texto está depositado no Scribd. Quem preferir, pode ler direto no site ou mesmo ir lá para fazer download: https://www.scribd.com/document/458964326/Curriculum-Mortem

 

Quem é o opressor?

Bertold Brecht: Teatro e Poesia (Download)

Da Violência

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento.

Mas ninguém diz violentas

As margens que o comprimem.

(Bertold Brecht – 1898-1956)

(Tradução do escritor português Arnaldo Saraiva (1939-)

Youtube de Arnaldo V. Carvalho: inscreva-se!

YTarnie.jpgCaros leitores,

Estou participando de um edital e preciso de inscrições no meu canal youtube! Lá sempre ofereço conteúdos variados, atualmente mais focado nos jogos de tabuleiro , mas com playlists diferentes, com músicas, saúde, educação… Se inscrever me dá força! http://www.youtube.com/c/arnaldovcarvalho

Um abraço de fé,

Arnaldo V. Carvalho

Quando você não consegue visualizar as fotos do celular e transferir para o PC

* Atenção a dica abaixo foi testada e funcionou com
celulares Android 6 e 7 e PC rodando Windows 10 *

Resolvendo questões de configuração que fazem fotos e outros arquivos “sumirem” no celular

Por Arnaldo V. Carvalho*

Quem transfere fotos, vídeos e outros materiais conectando por cabo celular e PC pode se surpreender por algum dia não encontrar mais as fotos na pasta. Desesperador né! Pois é, aconteceu comigo. E como de costume, ao encontrar soluções fiz uma compilação que espero, seja útil para todos.

Na maior parte das vezes, houve uma desconfiguração do celular que apenas “escondeu” a pasta de você.

Existem duas “desconfigurações” típicas e três saídas possíveis:

SAÍDA 1: Reconfigurar o modo de transferência Celular>PC

1. Conecte o celular ao computador via USB;

2. Deslize o dedo de cima para baixo na tela, para aparecer aquela cascata que sempre traz algumas atualizações. Um dos “degraus” dessa cascata vai ser: “USB para transferência de arquivos. Toque para ver mais opções.”

3. Clicando nesse degrau, aparece o texto “Usar USB para:”, com algumas opções. Daí é só você selecionar “Transferir arquivos (MTP)

As vezes era só isso o que faltava reconfigurar.

SAÍDA 2: Localizar arquivos no próprio celular e transferir para uma pasta visível ao PC

No celular vá em

configuraçoes > armazenamento > interno

Vão aparecer as fotos e videos do cartao de memoria, pressione em uma para seleciona-la. Irá aparecer uma possibilidade de marcação mais acima, de selecionar todas as imagens. Recorte, mova ou copie para a pasta

downloads

Pronto, ao conectar ao PC as fotos estarão agora nessa foto.

OBS: Caso ao conectar apareçam opções de conexão, marque a

opção mtp de transfência de arquivos

Depois de salvar tudo, formate o cartão de memória com a opção de torná-lo cartao interno. O celular passará a enxergar os arquivos do cartão de memória.

OBS1: Caso você não usa cartão de memória, o que desapareceu foi a visualização dos arquivos na pasta DCIM (“DCIM” significa “Digital Camera Images”).

OBS2: Você pode usar também um gerenciador de arquivos, para encontrar as fotos, documentos e vídeos e fazer essa transferência.

OBS3: Se sua memória estiver muito esgotada, tentar transferir em massa pode não dar certo, pode acontecer memória insuficiente para ele poder transferir de uma vez. A solução de transferir cada imagem individualmente seria tortuosa. Por sorte, há soluções melhores, leia abaixo.

SAÍDA 3: Localizar arquivos no próprio celular e transferir para uma pasta visível ao PC

Essa para mim é a melhor solução, porque simplesmente a visualização das fotos volta ao normal. O problema, descobri depois, costuma acontecer porque em algum momento o mapa interno que o celular faz dos arquivos desconfigura, e é preciso resetar tudo. E é super fácil! Aí está:

1) Vá em

Configurações > aplicativos > clique nos 3 pontos no canto superior direito > “Mostrar Sistema”

2) Na lista de aplicativos, selecione:

Armazenamento de mídia > Armazenamento > Limpar dados, Limpar Cache;

Selecione também:

Externo > Armazenamento > Limpar dados; e também Limpar Cache;

3) Reinicie o seu celular.

4) Quando o celular retornar: aguarde alguns minutos para ele terminar de carregar internamente todas as configurações. Agora vá em:

Configurações > Armazenamento e USB > Interno.

O celular vai calcular o quanto cada conteúdo ocupa na memória. Pronto!

Feito isso é conectar como você fazia antes (lembre de selecione a opção “USB para transferência de arquivos (MTP)” caso não esteja configurado. Lá estarão todos os arquivos que haviam sumido.

É isso, espero que isso ajude a todos da mesma maneira que me ajudou!

*   *   *

* Arnaldo V. Carvalho, terapeuta, pai, pedagogo, sempre disposto a compartilhar soluções e descobertas!