Brandura

Brandura

Frágil é a flor, contudo, resiste à ventania, garantindo a colheita farta.

Insignificante é o pingo d’água, todavia, com o tempo, traça um caminho no corpo duro da pedra.

Humilde é a semente, entretanto, germina com firmeza e produz a espiga que enriquece o celeiro.

Minúscula é a formiga, mas edifica, à força de perseverança, complicadas cidades subterrâneas.

Submissa é a argila, no entanto, com o auxílio do oleiro, transforma-se em vaso precioso.

Branda é a veste física, que um simples alfinete atravessa, todavia suporta vicissitudes incontáveis e sustenta o templo do espírito em aprendizado, por dezenas de lustros, repletos de necessidades e padecimentos morais.

O verdadeiro progresso prescinde da violência.

Tudo é serenidade e seqüência na evolução.

Aprendamos com a Natureza e adotemos a brandura por diretriz de nossas realizações para a vida mais alta, mas não a brandura que se acomoda com a inércia, com a perturbação e com o mal e sim aquela que se baseia na paciência construtiva, que trabalha incessantemente e persiste no melhor a fazer, ultrapassando os obstáculos que a ignorância lhe atira à estrada e superando os percalços da luta, a sustentar-se no serviço que não esmorece e na esperança fiel que confia, sem desânimo, na vitória final do bem.
(autor desconhecido)
OBS: Postado por mim no grupo Aromaterapia e Óleos Essenciais, em 13 de abril de 2004.

Dr. Arnaldo V. Carvalho – Um gigante da medicina brasileira… e meu xará!

Para colocar fim a coincidência, bem, Sou Arnaldo Vianna e Vilhena de Carvalho, e não sou médico.. rsrsFicheiro:Placa av dr arnaldo.jpg

Meu nome completo é Arnaldo Vianna e Vilhena de Carvalho. Como o nome é um pouco grande para me identificar rapidamente, no início da vida profissional, experimentei variadas combinações: Arnaldo Vianna, Arnaldo Carvalho, Arnaldo de Vilhena e Carvalho… Nenhum nome ruim, mas nunca me senti bem acomodado em nenhum deles. Há uns bons anos comecei a usar Arnaldo V. Carvalho, e ficou. Sinto-me ótimo nele.

Mas sou de Niterói, RJ, e nada sabia do Dr. Arnaldo, nem mesmo da avenida que leva seu nome em São Paulo. A escolha de meu nome igualmente em nada teve a ver com o Dr. Arnaldo, mas com um tio-avô meu de Portugal (também médico, além de poeta!). Qual não foi minha surpresa em saber há algum tempo, da existência dessa Av. Dr. Arnaldo. Ainda mais ao descobrir que o Dr. Arnaldo era, ainda por cima, Dr. Arnaldo V. Carvalho!

Curiosamente, não faz muito tempo em que comecei a atuar na Cítara Saúde, uma clínica médica que abriga também terapias naturais diversas. Para ir para a clínica, sempre passo pela Avenida Dr. Arnaldo. No início achava curioso, e aos poucos fui me perguntando: “quem terá sido o Dr. Arnaldo”? A descoberta do Dr. Arnaldo ser V. Carvalho se deu através de notícias de Internet… normalmente ligadas ao Instituto do Câncer Doutor Arnaldo, ou ao Hospital Arnaldo Vieira Carvalho, entre outros projetos, instituições etc que homenageiam o Doutor – e só começaram a me chegar depois de passar a ser um transeunte assíduo da avenida… Sincronicidades da vida!

Não é pra menos que há tantas referências sobre este senhor na net: Dr. Arnaldo V. Carvalho foi “o cara” encarregado de começar a faculdade de medicina em SP; Foi super atuante em uma série de frentes, no combate ao câncer, sendo o pioneiro em algumas das cirurgias mais modernas da época, entre outras coisas.. A morte, cujos motivos segui desconhecendo mesmo após a pequena pesquisa que fiz, aconteceu com pouco mais de cinquenta anos, e me pergunto o que a terá provavelmente abreviado…e me pergunto que tantas outras obras teriam sido feitas por esse doutor que, não ficam dúvidas, foi muito querido em seu tempo e até hoje, mas muito mesmo!

Assim, sinto-me privilegiado por ter esse xará, alma nobre que aqui passou e deixou um Brasil um pouco melhor do que quando encontrou, na área.

Segue aqui cópia de texto da Wiki sobre o Dr. Arnaldo, além de vários links, cada um contando novos detalhes sobre sua vida, e finalmente.. A célebre placa de trânsito e uma fotografia do médico pintada por ninguém menos que Portinari.. É chique mesmo esse meu xará!

Arnaldo Vieira de Carvalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Avenida Doutor Arnaldo, na cidade de São Paulo, vista de bicicleta. À direita, um dos prédios que compõem o complexo médico que circunda a Faculdade de Medicina da USP.

Arnaldo Augusto Vieira de Carvalho (Campinas, 5 de janeiro de 1867Campinas, 5 de junho de 1920) foi um médico brasileiro, fundador da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

Biografia

Foi diretor da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, primeiro diretor e catedrático da Clínica Ginecológica da então Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo e hoje Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, que dá nome a uma das principais avenidas paulistanas. Em sua homenagem, a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo é denominada a “Casa de Arnaldo” e a avenida onde está localizada recebeu o nome de “Doutor Arnaldo“.

Destacou-se como diretor clínico da Santa Casa de São Paulo, pelas ampliações e reformas que promoveu em seus serviços assistenciais e, pela modelar organização que imprimiu à Faculdade de Medicina de São Paulo, que fundou e da qual foi primeiro diretor.

Participou com destaque da fundação da Sociedade de Medicina e Cirurgia e, da criação da Policlínica do Estado. Apoiou todos os problemas médico-sociais de seu tempo. Renovou os métodos cirúrgicos em São Paulo, introduzindo-lhes as mais recentes conquistas científicas, praticando, pela primeira vez, entre nós, a gastrectomia.

Segundo a historiadora Pietra Diwan, em seu livro “Raça Pura” (Ed. Contexto, 2007), foi um dos médicos mais entusiastas do movimento da eugenia, termo criado por Francis Galton (1822-1911), que a definiu como o estudo dos agentes sob o controle social que podem melhorar ou empobrecer as qualidades raciais das futuras gerações, seja fisica ou mentalmente, e que pregava a limpeza da raça humana de fatores que a tornariam pobre. Arnaldo participou dos quadros da Sociedade Eugênica de São Paulo, fundada em 1918, da qual também fez parte, entre outros expoentes da intelecutalidade nacional, o médico Francisco Franco da Rocha (1864-1933).

LINKS

http://guiodri.blogspot.com/2007/08/doutor-arnaldo.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Avenida_Doutor_Arnaldo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Arnaldo_Vieira_de_Carvalho

http://www.doutorarnaldo.org/materia.php?ref=quemhistoria

http://extranet.ffm.br/saladeimprensa/releases26/3156fmuspprestahomenagemamemoriadodrarnaldovieiradecarvalhof.ashx

http://www.ihgs.com.br/cadeiras/patronos/arnaldovieiracarvalho.html

http://www.fm.usp.br/sobre/museu/hall.php

http://www.fm.usp.br/sobre/museu/s_arnaldo.php

http://pro-memoria-de-campinas-sp.blogspot.com/2007/02/personagem-dr-arnaldo-augusto-vieira-de.html

http://books.google.com.br/books?id=QX-C8WlvzpsC&pg=PA110&lpg=PA110&dq=%22arnaldo+augusto+vieira+de+carvalho%22&source=bl&ots=w1VcLTBYlq&sig=iFXaCWwL5Wqbr45BGd55q8piiVI&hl=pt-BR&ei=zdDsSsmQAoKVtge8gI07&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=3&ved=0CA4Q6AEwAg#v=onepage&q=%22arnaldo%20augusto%20vieira%20de%20carvalho%22&f=false

http://www.editorial.com.br/medicinaesaude/005_01.htm

 

Cândido Portinari.
Retrato de Arnaldo Augusto Vieira de Carvalho, sépia, 1936. 29x24cm.