Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Maio, 2010

“Meu próprio rival não e nada mais que minhas próprias limitações e enfrentá-las e a única e melhor forma de as supera”

Walt Disney

Anúncios

Read Full Post »

O elefante massagista teve ótima audiência aqui no blog. Então resolvi compartilhar mais uns videozinhos co bichinhos massagistas… Um mais fofinho que o outro. Para relaxar um pouco no fim de domingo. Arnaldo

[http://www.youtube.com/watch?v=qCdizjgQCMM&feature=related]

(o animal aparentemente mais talentoso da massagem – há dezenas de vídeos de gatos massagistas no youtube)

(o massagista é fake, mas o massageado adorou assim mesmo…)

Bom de bico!

E um repeteco do post que inspirou este!

Read Full Post »

“Cultiva a esperança: O que parece a morte da lagarta, é simplesmente o nascimento da borboleta”.

Maria Hilda Raike

Read Full Post »

Minha amiga Virgínia sempre foi fera em fazer bem feito as coisas que faz e gosta. Atriz e com uma experiência internacional e em Ongs bem grande, agora oferece essa oficina que será certamente um sucesso. Meus parabéns à Virgínia, e que os meus leitores de Niterói e RJ não percam a oportunidade porque vale muito a pena!

Arnaldo

O Teatro como Instrumento Pedagógico

https://i0.wp.com/www.cristydaycare.com/images/oc-daycare-380.jpg
Um curso voltado para professores e facilitadores de áreas diversas que:

•     Buscam nas ferramentas do teatro formas de prepararem-se melhor
para suas aulas, tanto fisicamente quanto
metodologicamente/pessoalmente quanto profissionalmente;

•    Acreditam que a educação pode se beneficiar com a ludicidade das
Artes Cênicas.

A oficina ministrada por Virginia Maria tem como objetivo introduzir o
conceito de ‘Teatro Aplicado’. O termo foi criado para descrever o
trabalho que utiliza técnicas teatrais objetivando resolução de
conflitos, engajamento, estímulo da criatividade entre outros, porém
não necessariamente contendo valor estético ou artístico.
Através de exercícios práticos e teóricos que trabalharão tanto os
instrumentos usados pra a prática do ensino – voz, corpo,
sensibilidade e criatividade- quanto exercícios metodológicos,
refletiremos sobre desafios e idéias dos participantes sobre sua
própria prática e como esta pode ser beneficiada pelo Teatro Aplicado.
Para o maior aproveitamento desse universo espera-se que participantes
venham com roupas apropriadas para atividades físicas, curiosidade,
dúvidas, questionamentos e vontade de trabalhar em equipe.

Locais e Datas

Icaraí :Quartas-Feiras de 02 de junho a 14 de julho das 18:00 äs
21:00h. Investimento de R$200,00(parcelado em duas vezes).
Informações:2714-0879

Tijuca: Segundas-Feiras de 07 de junho a 12 de julho das 17:30 äs
20:00h. Investimento de R$ 150,00(parcelado em duas vezes)
Informações:3988-9913

www.icgermanico.com.br

Virginia Maria é atriz, facilitadora e produtora. Mestre com Distinção
Acadêmica em Teatro Aplicado (Teatro na comunidade e Teatro Educação)
pela Universidade de Londres, Licenciada/Bacharel em Educação Física
pela Universidade Gama Filho e formada pela Escola de Formação de
Atores da UniverCidade. Entre outros trabalhos, foi durante 4 anos
facilitadora da Associação Revivarte- Projeto Escola de Valores e
mentora do projeto Rádio em Ação, contemplado pelo The Leverhulme
Trust da Inglaterra.

Read Full Post »

Há tempos recebi esse vídeo por e-mail. Há vários semelhantes no youtube. Espero que os Elefantes não criem um sindicato. 🙂

Read Full Post »

Este post dispensa outras palavras. Recomendo silencio e olhos fechados ou totalmente focados no vídeo.

En vivo, versión de Mercedes Sosa:

Por la voz del autor, Julio Naumhauser:

Todo Cambia (Julio Numhauser)

Cambia lo superficial

Cambia también lo profundo

Cambia el modo de pensar

Cambia todo en este mundo

Cambia el clima con los años

Cambia el pastor su rebaño

Y así como todo cambia

Que yo cambie no es extraño

Cambia el mas fino brillante

De mano en mano su brillo

Cambia el nido el pajarillo

Cambia el sentir un amante

Cambia el rumbo el caminante

Aúnque esto le cause daño

Y así como todo cambia

Que yo cambie no es extraño

Cambia todo cambia

Cambia todo cambia

Cambia todo cambia

Cambia todo cambia

Cambia el sol en su carrera

Cuando la noche subsiste

Cambia la planta y se viste

De verde en la primavera

Cambia el pelaje la fiera

Cambia el cabello el anciano

Y así como todo cambia

Que yo cambie no es extraño

Pero no cambia mi amor

Por mas lejo que me encuentre

Ni el recuerdo ni el dolor

De mi pueblo y de mi gente

Lo que cambió ayer

Tendrá que cambiar mañana

Así como cambio yo

En esta tierra lejana

Cambia todo cambia

Cambia todo cambia

Cambia todo cambia

Cambia todo cambia

Pero no cambia mi amor…

Muda o superficial

Muda também o profundo

Muda o modo de pensar

Muda tudo neste mundo

Muda o clima com os anos

Muda o pastor seu rebanho

E assim como tudo muda

Que eu mude não é estranho

Muda o mais fino brilhante

De mão em mão seu brilho

Muda o ninho o passarinho

Muda o sentir um amante

Muda o rumo o caminhante

Ainda que isto lhe cause dano

E assim como tudo muda

Que eu mude não é estranho

Muda tudo muda

Muda tudo muda

Muda tudo muda

Muda tudo muda

Muda o sol em sua corrida

Quando a noite o subsiste

Muda a planta e se veste

De verde na primavera

Muda a pelagem a fera

Muda o cabelo o ancião

E assim como tudo muda

Que eu mude não é estranho

Mas não muda meu amor

Por mais longe que eu me encontre

Nem a lembrança nem a dor

De meu povo e de minha gente

O que mudou ontem

Terá que mudar amanhã

Assim como mudo eu

Nesta terra distante

Muda tudo muda

Muda tudo muda

Muda tudo muda

Muda tudo muda

Mas não muda meu amor…

Esta é uma tradução literal minha, feita propositalmente assim. Merece a letra uma versão, mas as vírgulas da língua portuguesa me amedrontam no momento; temo que elas limitem o lastro de possibilidades desejado pelo autor.  Ainda assim, uma versão que tente traduzir uma parte do sentido perdida na literalidade é merecida e será publicda em ocasião oportuna.

Todo Cambia

Cambia lo superficial
Cambia también lo profundo
Cambia el modo de pensar
Cambia todo en este mundo
Cambia el clima con los años
Cambia el pastor su rebaño
Y así como todo cambia
Que yo cambie no es extraño
Cambia el mas fino brillante
De mano en mano su brillo
Cambia el nido el pajarillo
Cambia el sentir un amante
Cambia el rumbo el caminante
Aúnque esto le cause daño
Y así como todo cambia
Que yo cambie no es extraño
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia el sol en su carrera
Cuando la noche subsiste
Cambia la planta y se viste
De verde en la primavera
Cambia el pelaje la fiera
Cambia el cabello el anciano
Y así como todo cambia
Que yo cambie no es extraño
Pero no cambia mi amor
Por mas lejo que me encuentre
Ni el recuerdo ni el dolor
De mi pueblo y de mi gente
Lo que cambió ayer
Tendrá que cambiar mañana
Así como cambio yo
En esta tierra lejana
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Cambia todo cambia
Pero no cambia mi amor…

Todo Cambia

Muda o superficial
Muda também o profundo
Muda o modo de pensar
Muda tudo neste mundo
Muda o clima com os anos
Muda o pastor e seu rebanho
E assim como tudo muda
Que eu mude não é estranho
Muda o mais fino brilhante
De mão em mão seu brilho
Muda o ninho o passaro
Muda a sensação de um amante
Muda o rumo do andarilho
Ainda que isto lhe cause dano
E assim como tudo muda
Que eu mude não é estranho
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda o sol em sua corrida
Quando a noite o substitui
Muda a planta e se veste
De verde na primavera
Muda a pelagem a fera
Muda o cabelo o ancião
E assim como tudo muda
Que eu mude não é estranho
Mas não muda meu amor
Por mais longe que eu me encontre
Nem a recordação nem a dor
De meu povo e de minha gente
O que mudou ontem
Terá que mudar amanhã
Assim como eu mudo
Nesta terra tão longinqua
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Muda tudo muda
Mas não muda meu amor…

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: