Martius e a descoberta da flora medicinal brasileira pelos europeus no séc. XIX

“As plantas brasileiras não curam, fazem milagres”

Karl Friedrich Philipp von Martius (1794-1868), de seu Brasiliensis Systema Materiae Medicae Vegetabilis (1843) 

Por Arnaldo V. Carvalho

É irresistivel a mim, enquanto naturopata, mencionar ao menos algumas curiosidades  sobre Von Martius. Este homem é um dos importantes pesquisadores que tomou parte em missões cientifico-artisticas pelo Brasil no século XIX. Sua primeira vinda junto com a corte da Imperatriz Leopoldina,em  1817 aos 23 anos, então recem formado em medicina, proporcionou a viagem de dez meses que lhe faria dedicar o resto de sua vida ao estudo das plantas brasileiras.

Há muitas diferenças, erros de tradução e confusões de datas e informações acerca do trabalho de Martius, que juntamente com outros pesquisadores é autor da até hoje maior compilação de plantas medicinais da América do Sul, contabilizando um total de 22.767 espécies, a maioria angiospermas.

Sem dúvida é uma obra muito extensa, e quando se considera que até hoje não há similares tão vastos. Considerando ainda que a maior parte de sua catalogação na própria europa com material recolhido, e que naquele tempo ele encontrou um território hostil tanto por doenças como por habitação indígena aa defender seus territórios originais, tudo torna o feito de Martius algo incomparável.

Devemos todos, médicos, botânicos, fitoterapeutas e naturologos (naturopatas) a esse homem. Martius deu nome a muitos gêneros vegetais, algumas homenagens óbvias como Leopoldinae e Maximiliana. Seu espírito parece ter sido amoroso, vivo, curioso. Interessava-se pela vida em geral, e com sua rabeca tirou de ouvido músicas indígenas e as registrou em partituras. Essa forma de amor a vida de certa forma pode ser percebida na carta abaixo, que está ATUALMENTE A VENDA EM SITE ESPECIALIZADO POR 650 LIBRAS!

Pessoalmente, preciso agradecer ao meu professor Douglas Carrara, um dos mais importantes de minha formação, que me fez conhecer Von Martius e a existência de sua rica obra, a literatura clássica da fitoterapia científica e boa parte da consideração que tenho hoje pelo Reino Vegetal. Se Martius é um homem sem paralelos, ao menos posso dizer que também convivi com um antropólogo botânico-pesquisador-fitoterapeuta, um verdadeiro polímata em biologia e saúde natural, dedicado a saber mais a fundo sobre o que as plantas e homens mais legítimos desse “Brasil brasileiro” tem a revelar. Sua obra Possangaba e sua experiência de vida merecem ser lidos por todo aquele que se encanta pela vida e pela realidade da Medicina Popular.

Vale finalizar com a curiosa frase encontrada no túmulo onde jaz seu corpo na Alemanha. a famosa frase em latim: “palmis semper virens resurgo!”, algo como “nas palmeiras estarei jovem, nas palmeiras eu ressurjo”. Isso é porque de todos os tipos de planta, Martius não escondeu que essa foi sua predileção, apaixonado para sempre. Não é a toa que temos hoje três espécies de palmeiras com nomes em sua homenagem: Asterogyne martianaPritchardia martii e Trachycarpus martianus (possivelmente há outras mas desconheço).

Algumas referências rápidas:

http://www.fapesp.br/2370

http://biblio.etnolinguistica.org/autor:carl-von-martius

http://pt.wikipedia.org/wiki/Carl_Friedrich_Philipp_von_Martius

http://books.google.com.br/books/reader?id=kPMmAAAAYAAJ&hl=pt-BR&printsec=frontcover&output=reader&source=gbs_atb_hover&pg=GBS.PP1

http://ceticismo.wordpress.com/2007/01/17/karl-friedrich-philipp-von-martius/

http://bndigital.bn.br/redememoria/vonmartius.html

http://rodriguesia-seer.jbrj.gov.br/index.php/rodriguesia/article/view/134

One thought on “Martius e a descoberta da flora medicinal brasileira pelos europeus no séc. XIX

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s