Terapia, caldeirão alquímico de afeto

“… Acredito que o fundamental da postura terapêutica é se ter a noção de que a terapia, bem intencionada e estruturada, seja ela qual for, cnstitui-se em um grande laboratório, um caldeirão alquímico onde os elementos que o preenchem são da ordem do afeto. Afeto do terapeuta, afeto de quem procura a terapia e onde ambos mutuamente se afetam na certeza de que depois deste encontro, nenhum dos dois serão exatamente os mesmos.”
Sergio Costa, psicoterapeuta corporal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s