Memórias de um mundo de livros

Aprendiz De Professor

Ao assistir esse curta, meus olhos se encheram de lágrimas. Meu mundo, o mundo do meu avô, o cinza que toma cor… Como eu vivi, como eu vivi essa casa de livros, em estantes desarrumadas, abarrotadas, em pilhas e mais pilhas pelos corredores de toda a casa… Deus sabe o quanto resisti a eles! Meus irmãos ávidos, eu de outro lado, preguiçoso, querendo mais ouvir, ou sentir, o que diziam deles… Mas lá estavam os literalmente milhares de livros, e seus títulos, autores, capas, temas. Tantos, tantos. Os de adultos, os para jovens e crianças, os específicos para os médicos da casa, para as mulheres da casa, para os homens da casa. Livros para entreter, para ensinar, e para sonhar. Estavam lá na casa onde cresci, e na casa de praia, e no apartamento-biblioteca. E aos poucos, meus livrinhos, oferecidos sem hesitação a qualquer sinal de atração de minha parte…

View original post mais 148 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s