Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Lamento pelas quedas

Arnaldo V. Carvalho*

Toda e qualquer polarização, onde há um “vencedor” e um “perdedor”, o Todo perde. Perdemos sempre. Tornamo-nos piores.

Não comemoro quedas: Collor, Cunha, Garotinho, Cabral… Não comemoro a captura de bandidos, corruptous ou assassinos. Não comemoro punições de qualquer ordem. Sempre que esses episódios ocorrem, que uma realidade hedionda vem a tona, me entristeço. A humanidade perdeu de novo. Ter que prender e punir é a materialização da incompetência da sociedade em construir bases éticas, materiais, afetivas, psíquicas, sociais, entre os seus.

Com os anos, fui deixando de achar graça em irônias, escárnios, comemorações ácidas de derrotas, mesmo de “inimigos” (veja meu artigo sobre a “risada sem graça” de Michel Temer). Eu realmente só lamento, lamento muito. Sinto tristeza por esses políticos. Sinto, como dizem agora os jovens, “vergonha alheia”. Chegaram a lugares de poder muito altos. Podiam ter feito tanta coisa a mais e melhor… Podiam ter sido mais felizes e feito tanta gente mais feliz.

Mas não. Especulo que não foram gerados ou nascidos com amor, nem amparados nos contornos necessários ao nascimento. Fato: não foram criados com amor ou limites (o que dá no mesmo). É isso: pessoas assim parecem não ter senso de limite – e talvez por isso estejam incapacitados de amar.

É preciso um mundo que pare de precisar prender. É preciso um ser humano que não sinta necessidade de roubar ou matar. É preciso, é urgente, que a gente encare de forma um pouquinho menos resignada, e mais madura e responsável, o fato de que vivemos uma sociedade que cria esse tipo de gente, com tamanhos distúrbios de caráter – e tantas instituições espelhadas nessa que é uma intensa psicopatia humana.  Combater uma sociedade que, como um diz Tomio Kikushi, é mais do que louca: é enlouquecedora.

A saída, a grande virada, não está na escola ou na família, no governo ou na iniciativa privada: está no coração de cada um. Nele, e só nele, há a capacidade de escolha pelas doses amorosas de auto-limites, que cada um precisa se dar, em nome da Vida dos outros.

***

* Arnaldo V. Carvalho, terapeuta, pai, cidadão.

 

Read Full Post »

Tenho ouvido de colegas que existem servidores estaduais do Rio de Janeiro que ainda caem na conversa fiada de que a privatização da lucrativa Companhia Estadual de Águas e Esgotos (CEDAE) tinha como causa prioritária a normalização do pagamento dos salários atrasados. Pois bem, hoje, exatas 48 horas após a Assmebleia Legislativa do Rio de […]

via Primeiro privatiza, depois bloqueia os servidores e aposentados que se explodam — Blog do Pedlowski

Read Full Post »

“O único movimento que tem significado é aquele que deriva da alma”.

Kazuo Ohno (1906-2010)

Resultado de imagem para kazuo ohno

Read Full Post »

Taxistas “do mau” queimam o filme dos demais

Por Arnaldo V. Carvalho

Tenho publicado artigos sobre a violência e antipatia dos taxistas em sua insana perseguição aos motoristas do Uber. É difícil as vezes de entender como profissionais que lidam com pessoas podem cometer hostilidades como a que temos reportado.

Quero acreditar que seja uma minoria os motoristas que fazem isso por pura má fé, espírito de porco, pensamento pequeno, mesquinhez. Esses fazem as contas, e sabem que há vantagens em permanecer taxistas e aproveitar algumas regalias, como descontos na compra de carros e impostos como IPVA. Eles devem se sentir afrontados porque talvez o Uber lhes tire um bocado da zona de conforto, onde estão acostumados a prestar mau serviço, e acreditam que o Uber é que é o concorrente. Em serviços, meus senhores, posso garantir que o verdadeiro concorrente é a própria pessoa. Quem tem qualidade sempre tem lugar no mercado. Essa gente é do tipo que espalha um monte de boatos por aí. Também é o mesmo que dá uma fechada no outro taxi para chegar na frente e pegar um passageiro que fez sinal na rua. Os taxistas “do mal” habitam principalmente locais de grande concentração de passageiros, como aeroportos e rodoviárias, e adoram inventar tarifas absurdas ao invés de cobrar corretamente, no relógio. São sem dúvida candidatos ao título de “portadores da peste emocional”, termo criado por Wilhelm Reich no início do século XX para designar pessoas cujo desequilíbrio contamina as demais. E conseguem contaminar. Talvez a maioria dos taxistas hostis sejam até gente honestas. Mas eles ouvem do colega “do mal” uma porção de bobagem, como “Uber é pirata”, que eles não pagam impostos, que em caso de acidentes o passageiro não tem cobertura, etc. Os que não se informam direito recebem e reproduzem as falsas propagandas. E é assim que surgem hordas inteiras dispostas ao vandalismo para defender uma causa toda errada.

No final das contas, esses grupos de taxistas queimam o filme de todos os demais, e assim causam uma perda significativa de clientes para a categoria. Desserviço. “Obrigado por nada”. Mas para eles, vou deixar uma dica especial:

– Querem ganhar do Uber e mesmo de seus “colegas-concorrentes”? Não é difícil! Basta um serviço decente, que reúna tecnologia + preço + qualidade + atendimento + mimos… E fique antenado com o mundo, 24H por dia, para não se atrasar na próxima revolução digital, que tem ocorrido toda semana… Fazendo isso, garanto, muitos clientes Uber também passarão a pegar taxi. Ou então… Mudem para Uber, e fim de papo.

***

Arnaldo V. Carvalho, cidadão brasileiro e passageiro UBER

 

Read Full Post »

Como sempre digo, o problema não é privatizar, mas como as coisas são feitas. O preço é o menor dos males, garanto… (Arnaldo)

via Petroquímica Suape: mais uma que se vai por preço camarada no saldão do (des) governo Temer — Blog do Pedlowski

Read Full Post »

Governo cortará R$ 1,41 bi dos projetos de pesquisa e inovação Em vez de presente em 2017 no setor de Ciência & Tecnologia, por causa de adequações no orçamento, brasileiros terão de conviver com suspensão de projetos de inovação e de milhares de bolsas de pesquisa. Pasta afirma que pretende reverter a situação Por Eduardo Militão […]

via (Des) governo Temer age para inviabilizar a ciência nacional com corte de R$ 1,4 bi — Blog do Pedlowski

Read Full Post »

Blog do Pedlowski

Mesmo aproveitando de  um curto perído de férias assisti várias posses de prefeitos que mais parecerem novos eventos da campanha eleitoral que acabaram de vencer. As mais marcantes foram as de João Dória Jr em São Paulo e a de Marcelo Crivella no Rio de Janeiro, pois ele juntaram em sua declarações de posse o que há mais atrasado e rancoroso em termos de política partidária. É como se o fundo do poço não vai chegar jamais para esses personagens pós-golpe.

Mas também em Campos dos Goytacazes pude verificar que o prefeito empossado, Rafael Diniz, decidiu manter o ritmo de campanha em promessas de enfrentamentos com seus adversários derrotados. Até uma promessa de auditoria nas contas da Prefeitura foi renovada, como se o Tribunal de Contas do Estado não viesse fazendo o seu trabalho! Melhor faria o novo prefeito se, por exemplo, reordenasse a aplicação do orçamento para beneficiar as áreas…

View original post mais 278 palavras

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: