Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘educação’

Arnaldo V. Carvalho*

Gosto de observar que as pessoas estão discutindo sobre o tema, e formulando opiniões. 99% delas não leu a o projeto de lei na íntegra, e dos que leram, muitos não puderam perceber as possibilidades interpretativas que ela suscita. Eu li (a que tramita no Rio de Janeiro), e posso dizer que tenho noções elementares para tanto. Minha sugestão primeira para quem está em dúvida é que recorram a leitura atenta e sem pressa da lei, e se não obtém, adquiram as noções mínimas que regem o direito, as inclinações que atualmente vêm regendo o mundo do Poder Judiciário no Brasil.

Após tal leitura e reflexão, você já deve ter compreendido que há projetos de lei para fazer o “Escola sem Partido” acontecer em diferentes instâncias (municipal, estadual, federal), mas a mais importante é que pretende fazer valer em todo o país, viculando-o a LDB.

Sugiro então que abra o debate junto aos amigos, familiares, e acompanhe as variadas reflexões acadêmicas e também sociais que estão publicadas na Internet.

Materinha-resumo para você começar de forma neutra:

http://www.otempo.com.br/cidades/projeto-escola-sem-partido-causa-pol%C3%AAmica-e-tem-alcance-recorde-1.1342592

Tente ler pelo menos três fontes confiáveis “pró” e “contra”, e assistir ao menos dois debates de qualidade, de preferência com pensadores da área (educadores). Afinal, para falar da saúde dos dentes você não recorreria a um advogado correto?

Seguro de opinar junto ao governo?

Então você pode usar esse link para participar da consulta pública do Senado pela Internet, que tenta fazer o “Escola sem Partido” em parte da Lei de diretrizes e Bases na Educação (passando então, repiro, a valer para todo o país).

Voilá! Você adotou um posicionamento de forma minimamente consciente, e é disso o que a sociedade mais precisa para começar a se transformar. Precisamos que as pessoas se apropriem dos temas que fazem parte do dia a dia. Parabéns!

* Arnaldo V. Carvalho é educador, terapeuta, pai e estudante de pedagogia

PS1: Vou adorar se você investir algum tempo em emitir suas reflexões ou pelo menos uma síntese delas aqui nos comentários a esse post.

PS2: Curioso(a) quanto a minha posição pessoal? Tem um pouquinho (só um pouquinho) sobre ela neste link.

 

Anúncios

Read Full Post »

Summerhill Brasil

AÇÃO EDUCATIVA DE CRIANÇAS
Wilhelm Reich sempre demonstrou um grande interesse pelas questões sociais – na verdade, desde o seu ingresso na Associação Psicanalítica a convite de Sigmund Freud; e este aspecto, por si só, já explicaria as suas divergências futuras com o seu mestre. As suas preocupações com os problemas sociais o levaram a enfatizar a importância da Prevenção de Neuroses; preocupações que estavam intimamente ligadas na forma de como lidar com a profilaxia da saúde mental – preocupações que ele manifesta quando “(…) procura discutir, alertar e sugerir procedimentos que possam ser utilizados por qualquer pessoa envolvida na ação educativa.” Em outras palavras: Como educar crianças e adolescentes?

A Prevenção de Neuroses talvez seja o único caminho para se conseguir um mundo melhor. Reich, por diversas vezes enfatizou o trabalho de profilaxia como sendo um dos trabalhos mais importantes na obtenção de uma sociedade sadia; ele inclusive cita…

View original post mais 1.191 palavras

Read Full Post »

É lamentavel , mas  infelizmente é verdade…

São Leopoldo tem um dos menores índices de analfabetismo e de mendicância do país, talvez por causa de homens como este!

EMPRESÁRIO DE SÃO LEOPOLDO

Silvino Geremia é empresário em São Leopoldo,

 Estado do Rio Grande do Sul.

Eis o seu desabafo, publicado na revista EXAME:

“Acabo de descobrir mais um desses absurdos que só servem para atrasar a vida das pessoas que tocam e fazem este país: investir em Educação é contra a lei .

Vocês não acreditam?

Minha empresa, a Geremia, tem 25 anos e fabrica equipamentos para extração de petróleo, um ramo que exige tecnologia de ponta e muita pesquisa.

Disputamos cada pedacinho do mercado com países fortes, como os Estados Unidos e o Canadá.

Só dá para ser competitivo se eu tiver pessoas qualificadas trabalhando comigo.

Com essa preocupação criei, em 1988, um programa que custeia a educação em todos os níveis para qualquer funcionário, seja ele um varredor ou um técnico.

Este ano, um fiscal do INSS visitou a nossa empresa e entendeu que Educação é Salário Indireto.

Exigiu o recolhimento da contribuição social sobre os valores que pagamos aos estabelecimentos de ensino freqüentados por nossos funcionários, acrescidos de juros de mora e multa pelo não recolhimento ao INSS.

Tenho que pagar 26 mil reais à Previdência por promover a educação dos meus funcionários?

Eu honestamente acho que não.

Por isso recorri à Justiça.

Não é pelo valor em si , é porque acho essa tributação um atentado.

Estou revoltado.

Vou continuar não recolhendo um centavo ao INSS, mesmo que eu seja multado 1000 vezes.

O Estado brasileiro está completamente falido.

Mais da metade das crianças que iniciam a 1ª série não conclui o ciclo básico.

A Constituição diz que educação é direito do cidadão e um dever do Estado.

E quem é o Estado?

Somos todos nós.

Se a União não tem recursos e eu tenho, acho que devo pagar a escola dos meus funcionários.

Tudo bem, não estou cobrando nada do Estado.

Mas também não aceito que o Estado me penalize por fazer o que ele não faz.

Se essa  moda pega, empresas que proporcionam cada vez mais benefícios vão recuar..

Não temos mais tempo a perder.

As leis retrógradas, ultrapassadas e em total descompasso com a realidade devem ser revogadas.

A legislação e a mentalidade dos nossos homens públicos devem adequar-se aos novos tempos.

Por favor, deixem quem está fazendo alguma coisa trabalhar em paz.

E vão cobrar de quem desvia dinheiro, de quem sonega impostos, de quem rouba a Previdência, de quem contrata mão-de-obra fria, sem registro algum.

Eu Sou filho de família pobre, de pequenos agricultores, e não tive muito estudo.

Somente consequi completar  o 1º grau aos 22 anos e, com dinheiro ganho no meu primeiro emprego, numa indústria de Bento Gonçalves, na serra gaúcha, paguei uma escola técnica de eletromecânica.

Cheguei a fazer vestibular e entrar na faculdade, mas nunca terminei o curso de Engenharia Mecânica por falta de tempo.

Eu precisava fazer minha empresa crescer.

Até hoje me emociono quando vejo alguém se formar.

Quis fazer com meus empregados o que gostaria que tivessem feito comigo.

A cada ano cresce o valor que invisto em educação porque muitos funcionários já estão chegando à Universidade.

O fiscal do INSS acredita que estou sujeito a ações judiciais.

Segundo ele, algum empregado que não receba os valores para educação poderá reclamar uma equiparação salarial com o colega que recebe.

Nunca, desde que existe o programa, um funcionário meu entrou na Justiça.

Todos sabem que estudar é uma opção daqueles que têm vontade de crescer…

E quem tem esse sonho pode realizá-lo porque a empresa oferece essa oportunidade.

O empregado pode estudar o que quiser, mesmo que seja Filosofia, que não teria qualquer aproveitamento prático na nossa  Empresa Geremia.

No mínimo, ele trabalhará mais feliz.

Meu sonho de consumo sempre foi uma Mercedes-Benz.

Adiei sua realização várias vezes porque, como cidadão consciente do meu dever social, quis usar meu dinheiro para fazer alguma coisa pelos meus 280 empregados.

Com os valores que gastei no ano passado na educação deles, eu poderia ter comprado Duas Mercedes.

Teria mandado dinheiro para fora do País e não estaria me incomodando com essas leis absurdas .

Mas infelizmente  não consigo fazer isso. 

Eu sou um teimoso.

No momento em que o modelo de Estado que faz tudo está sendo questionado, cabe uma outra pergunta.

Quem vai fazer no seu lugar?

Até agora, tem sido a iniciativa privada.

Não conheço, felizmente, muitas empresas que tenham recebido o mesmo tratamento que a Geremia recebeu da Previdência por fazer o que é dever do Estado.

As que foram punidas preferiram se calar e, simplesmente, abandonar seus programas educacionais.

Com esse alerta temo desestimular os que ainda não pagam os estudos de seus funcionários.

Não é o meu objetivo.

Eu, pelo menos, continuarei ousando ser empresário, a despeito de eventuais crises, e não vou parar de investir no meu patrimônio mais precioso:

as pessoas.
Eu sou mesmo teimoso!…

Não  tem  jeito..

Silvino Geremia.

RECEBI POR E-MAIL – Arnaldo

Read Full Post »

Quer fazer sua faculdade online? Eu também e por isso pesquisei a fundo a questão. Minhas perguntas giravam em torno de diversos temas, tais como: qualidade, confiabilidade, respaldo, tempo de curso, métodos e sistemas, valor, e as necessidades presenciais.

A primeira coisa que entendi é que quase nenhuma universidade tem cursos 100% online. A maioria delas é na verdade semi-presencial, ou seja, você tem de ir lá uma vez por semana, ou em alguns casos, uma vez por mês. Considero online um curso que dispensa presença. A que mais se aproxima disso é a UCB e a UNIP, onde há necessidade de se efetuar provas presenciais. Contudo, seja nas faculdades semi-presenciais, seja nas online, há grande oferta de polos, que são como escritórios para dar suporte local ao aluno. Assim, uma universidade em Santa Catarina poderia por exemplo ter um polo em Manaus, e o aluno poderá resolver qualquer necessidade presencial através deste – das provas a questões referentes a documentação.

Depois de pesquisar nos sites especializados, no MEC, em revistas sobre graduação online, e junto as próprias Universidades, montei uma grande tabela (um pouco incompleta, é verdade), ligada a cursos de meu interesse; de qualquer forma, a oferta de graduações online não para de crescer. Qualquer matéria que possa ser encontrada numa escola, pode ser encontrada online. Além desses, os cursos ligados a tecnologia, administração, marketing e muitos outros.

Note ainda que não há detalhes a cerca de várias universidades, pois ao descobrir que a mesma não oferecia polos de ensino próximos de mim, já descartava, mesmo que tivesse uma boa apresentação.

Acredito que minha pesquisa , mesmo assim, seja útil a qualquer um que esteja começando a pensar numa faculdade e não tem disponibilidade presencial.

Curso Univ Tempo Presença Material $(2009) Polos*
Ciências sociais ULBRA 3 anos 1x semana RJ
Pedagogia ULBRA 3 anos 1x semana RJ
Ciências Sociais Metodista 3 anos 1xsemana R$ 200,00 SP
Filosofia Metodista 3 anos 1x semana R$ 200,00 SP
Filosofia UFPI MUITO RUIM (site extremamente desorganizado)
Filosofia UCB 3,5 anos 3x semestre R$ 370,60 RJ
Pedagogia UCB 4 anos 3x semestre R$ 370,60 RJ
Filosofia Unifran 3 anos 1x mês R$ 205,00 Franca
Pedagogia
Sociologia Unijui 4 anos 2x ano R$ 240,00
Ciências Biológicas Cederj
Pedagogia Castelo Branco 4 anos R$ 154,14
Pedagogia UNITINS 3,5 anos Sábados
Pedagogia Unip 3 anos 3x semestre Incluso R$ 200,00 Niterói ou RJ
Pedagogia Unicoc Semanal
Filosofia Unicoc
Pedagogia UDESC 4 anos Crisciúma
Filosofia UNIS 4 anos 2xsemestre R$ 288,00 Varginha ou Betim
Filosofia ou Pedagogia Claretiano 3 anos 1xmês R$ 260,00 SP ou BH
Pedagogia ou Filosofia Unisul 4 anos 1x bimestre R$ 297,96
Pedagogia UFSCAR 4 anos 1x semana Iguaba, S. José V. R Preto
Filosofia UNOPAR 3,5 anos
Pedagogia UNOPAR 4 anos
Pedagogia UNIUBE 3,5 anos 1x mês
Pedagogia UCS (RS) 4 anos 1x mês
Pedagogia UNIGRAN 3 anos Presença ao final de cada módulo Incluso R$ 210,00 Grande Dourados -MS
Pedagogia UFJF 3 anos 2x semestre – (pública)
Pedagogia Vez do Mestre (UCM) 1x mês + 1 avaliação

As faculdades em amarelo são para mim as campeãs. Consegui rapidamente as informações que precisava, havia polo perto de mim, e finalmente, tinham preços de razoáveis a excelentes.

Outras faculdades pesquisadas e descartadas:

UNINOVE, UNISA, UNIMES, INSEP, CEAD UNB, FINOM, UFES, UFAL, CEDERJ, UFOP (só professor de escola pública), UNIMONTES, UEM, UFG

Os motivos do descarte são relacionados a dificuldade de encontrar informações no site, ou porque não há polos na região sudeste, entre outros. A maioria não tem um site suficientemente preparado, e para uma graduação online isso me parece inconcebível.

Caso você mesm@ queira fazer sua pesquisa, a dica que dou é antes de mais nada verificar a existência de polo próximo da sua casa. Já pensou ter que fazer as provas 3 mil quilômetros distante de sua casa de 2 em 2 meses, por exemplo?

Espero ter sido útil.

Arnaldo V. Carvalho

Read Full Post »

Gostaria muito de creditar-lhe devidamente.

A publicação, no entanto, é inevitável:

“Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta  melhor
para os nossos filhos e, esquece-se da urgência de deixarmos
filhos melhores para o nosso planeta”.

Read Full Post »

null

Read Full Post »

%d bloggers like this: