Pelo fim da hipocrisia – Carta de Marcos Palmeira sobre a tragédia da Região Serrana do Rio

Dono de fazenda em Teresópolis, ator pede fim da hipocrisia

” Tenho a fazenda Vale das Palmeiras há 15 anos e nesse tempo todo venho acompanhando o aumento do desmatamento na região sem que nada seja feito. Vejo leito de rio sendo desviado sem que nada seja feito; vejo o aumento das construções irregulares sem que nada seja feito. Eu, lá no meu canto, tentando preservar, e o poder público ajudando a destruir.

Então, em mais um verão do descaso, a chuva leva tudo e todos! Vamos culpar a natureza? Ora, chega de hipocrisia! Se não tomarmos uma providência, se não cobrarmos dos políticos uma ação enérgica, ficaremos anos vivendo momentos como esse, onde todos se colocam para ajudar, mas os que tinham condições reais de ajudar nada fizeram! É revoltante!

Estou com a população: nesse momento vale a solidariedade e não a reclamação. Nós estamos ilhados, sem comunicação, mas não paramos de agir um minuto sequer. Nós e todos os vizinhos! Nesse momento a união vale mais do que mil palavras.

Até quando vamos acreditar que ” agora ” as coisas vão mudar? Estou revoltado porque o povo trabalhador, honesto, acredita e confia, e os políticos aproveitam para atuar em benefício próprio. Não estou culpando esse ou aquele governo, já que o problema vem de anos, mas está na hora de darmos um basta nessa hipocrisia! Vamos cobrar e fiscalizar!

Temos que entender que o desmatamento como um todo no Brasil ajuda para que essas catástrofes aconteçam! Nós, da Vale, estamos na luta! “

*   *   *

– Marcos Palmeira doou para os desabrigados de Teresópolis 50 toneladas de legumes e verduras orgânicas, toda a produção de sua fazenda nas últimas semanas. –