Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘gestação’

Mulher grávida, tocar, barriga, com, cuidado, em, quarto

Há muitas evidências de que o parto domiciliar, respeitadas certas circunstâncias de segurança, oferece vantagens em relação ao hospitalar. Deve, portanto, ser uma escolha da família, com suporte de equipe profissional qualificada. A principal obstetra domiciliar do Brasil é a doutora em obstetrícia Heloísa Lessa. Sua tese de doutorado demonstra cientificamente que a condução profissional de qualidade torna o ambiente familiar estatisticamente mais seguro que o hospitalar. Ela é internacionalmente conhecida, tendo falado no mundo inteiro sobre o tema. É, ainda, a grande interlocutora da maior autoridade em Saúde Primal (gestação, nascimento e começo da vida) mundial no Brasil: Dr. Michel Odent, tendo sido a fundadora do Instituto Michel Odent, responsável por traduções de seus livros e preservação de acervo acerca de sua obra.

Dra Heloísa Lessa está para ser indicada ao prêmio “Champion”, da ONG internacional Human Rights in Childbirth.

A indicação desse prêmio é um contramovimento, porque ela está sendo injustamente caçada pelo Conselho de Medicina do Rio de Janeiro. Tal contramovimento representa o coro de muitos profissionais da área, de famílias beneficiadas pelo direito à informação e escolha, e para a população brasileira que hoje é vítima frequência de violência obstétrica em todo o seu território.

Abaixo, copio a carta original que recebi, hoje, acerca do movimento que se formou acerca dessa grande causa. Infelizmente as inscrições possíveis, como verão, se encerram hoje. Mas ainda dá tempo de contribuir.

Por favor, leia a mensagem, e reserve alguns minutos para preencher o formulário e apoiar a Dra. Heloísa Lessa. É apoiar o amor e a seriedade profissional no momento mais decisivo da Vida.

Arnaldo V. Carvalho, 15 de fevereiro de 2019

APOIO PARA HELOÍSA LESSA

Caros amigos, a nossa companheira, Dra. Heloísa Lessa, está sendo atacada judicialmente por oferecer um atendimento de qualidade para suas pacientes. Sua prática de atenção domiciliar ao parto é reconhecida em todo o Brasil e também fora do país, e talvez por isso mesmo tenha sido o alvo das agressões judiciais. Este caso objeto do ataque não se trata sequer de um resultado ruim no nascimento – que pode ocorrer a despeito da qualidade do atendimento – mas pela simples utilização de um orçamento de parto enviado para fins de reembolso. A ação capitaneada pelo CREMERJ se trata do conhecido “Lawfare”, mecanismo onde instituições poderosas atacam indivíduos atingindo o ponto mais fraco dos movimentos: cada um de nós. “Se não é possível atacar as ideias, ataquemos os mensageiros”.

Por outro lado, existe uma forma de ajudarmos a Dra. Heloísa a garantir seus direitos e também para auxiliar na luta das mulheres pelo protagonismo pleno de suas escolhas no parto. Trata-se do PRÊMIO CAMPEÃO, promovido pela “Human Rights in Childbirth”, que é uma organização criada por voluntários e experts do mundo todo que luta pelos direitos das mulheres nas questões de maternidade. Todos os anos é escolhida uma parteira, uma médica e uma advogada para receber este prêmio.

O prêmio campeão celebra os indivíduos que promoveram a causa dos direitos humanos no parto em condições extremamente adversas, e que podem ter enfrentado ou enfrentam intimidação, assédio moral, sanções profissionais, perseguição legal, criminalização e até mesmo atos de violência física direta. O prêmio visa a conscientização pública de líderes inspiradores em direitos humanos no parto e as lutas que enfrentam.

HELOÍSA LESSA merece receber este prêmio por seu trabalho em favor do parto humanizado, pelas suas lutas por uma maternidade livre e pelas suas batalhas em direção ao pleno protagonismo das mulheres nas escolhas do parto. Podemos ajudar o movimento de humanização do nascimento oferecendo para uma parteira brasileira esta distinção internacional!!

A DATA LIMITE É 15 de FEVEREIRO!!!

Clique aqui:

http://humanrightsinchildbirth.org/index.php/human-rights-in-childbirth-

AUXÍLIO PARA O PREENCHIMENTO RÁPIDO DO FORMULÁRIO:

Aparece uma tela com uma foto de parto, se vc rolar para baixo vai encontra uma caixa cinza com os dizeres “nominate a Champion” CLICAR AQUI

1a caixa: seu nome
2a caixa: seu endereço
3a caixa: seu e-mail
4a caixa: HELOÍSA LESSA
5a caixa: Rua Almirante Alexandrino 3226/402 Rio de Janeiro, RJ – Brazil, CEP: 20241-266
6a caixa: heloisalessa@terra.com.br

Caixa “Please describe the nominees contribution to Human Rights in Childbirth (max. 2000 characters)”:

Her work has contributed to the humanization of childbirth in a scenario (Brazil) in which obstetric violence prevails. Her work as a midwife not only helped hundreds of women and families at birth, but also contributed to the formation of midwives and doctors with relevant scientific information for the physiology of childbirth. Her work as an activist has contributed to the discussion and difusion of humanization in childbirth

Caixa “Please describe adverse social, legal or cultural situations that have made the nominees work difficult or challenging (max. 1000 characters) *”:

She has been subjected to legal persecution by the Rio de Janeiro medical council, trying to stop her work and interfere with women’s right to choose. At a time when Brazil suffers from a backward wave and persecution of human rights activists, the recognition of her internationally is very important.

3 Referencias:
Maysa Luduvice Gomes
maysa.luduvice@gmail.com
Sabrina Lins Seibert
sabrinalinsseibert@gmail.com
Ricardo Chaves
ledochaves35@gmail.com

Anúncios

Read Full Post »

ensaios_nascimento

Série de pequenos textos sobre gestação, parto, pós-parto e seus contextos é publicada no Laço Materno

Por Arnaldo V. Carvalho

Em meio aos movimentos que giram em torno de minha chegada a Campo Grande, Mato Grosso do Sul, para o I Curso de Técnicas Naturais para a Gestação, Parto e Pós-Parto, o Laço Materno lançou alguns de meus textos. São ensaios em prosa simples e direta, onde procuro dar voz a minha reflexão e experiência terapeutica na área, abordando temas que, mesmo já sendo bastante explorados por livros e artigos, seguem com aspectos sutis que ainda precisam ser melhor tratados.

Até o dia de hoje, 07 de abril de 2018, a série já tinha sido publicada praticamente pela metade:

  1. Me apresento ao leitor… https://lacomaterno.com/ensaios-do-nascimento-textos-ineditos-sobre-o-gestacao-parto-e-pos-parto/
  2. Contatos imediatos que o bebê no útero tem com o mundo exterior e seus impactos na vida. https://lacomaterno.com/ensaios-do-nascimento-contatos-imediatos-os-contatos-que-o-bebe-no-utero-tem-com-o-mundo-exterior-e-seus-impactos-na-vida/
  3. Lugar de Homem no Parto é Onde? https://lacomaterno.com/ensaios-do-nascimento-lugar-de-homem-no-parto-e-onde/
  4. Intervenções terapeuticas na gravidez e seus impactos no empoderamento da mulher. https://lacomaterno.com/ensaios-do-nascimento-as-intervencoes-terapeuticas-na-gravidez-e-seus-impactos-no-empoderamento-da-mulher/
  5. Sexo e gravidez: O Detalhe Z. https://lacomaterno.com/ensaios-do-nascimento-sexo-e-gravidez-o-detalhe-z/https://lacomaterno.com/ensaios-do-nascimento-sexo-e-gravidez-o-detalhe-z/

Até a próxima quarta-feira, acredito que eles terão dobrado o número de publicações (a série Ensaios já foi toda escrita). Abordaremos o pensamento oriental na gravidez, a naturopatia, questões imunitárias e outras. Os textos, como eu disse, tocam em assuntos que podem ser chave e a diferença entre um momento de vida maravilhoso e realizador ou não. Mas não se propõe a ser “Manual”, nem oferece tantos detalhes de solução… Simplesmente porque seria necessário muita conversa, interação, discussão, para que as relativizações imprescindíveis do cenário não corressem risco de se tornarem superficiais.

Fica aqui meu pedido aos leitores que leiam, curtam dentro da página do Laço Materno, comentem, peçam outros temas, etc.

Abraços, Arnaldo

 

 

Read Full Post »

Técnicas corporais e naturais para a gestação e o Trabalho de Parto

Treinamento profissional com Arnaldo V. Carvalho (16H)

A literatura sobre a perspectiva terapêutica naturalista acerca da gestação e parto encontra-se ultrapassada frente aos novos avanços das ciências. Este curso levará em conta os novos conhecimentos acerca da fisiologia da gestação e como as terapias naturais poderão contribuir com uma série de tratamentos para os mais variados casos.

O curso inclui:

– Revisão da fisiologia da gestação e parto e o posicionamento naturopático frente a isso;

– Terapias Naturais: Prática e orientação na Gestação (abordaremos o uso dos óleos essenciais e da fitoterapia; das terapias orientais, incluindo moxa, shiatsu e acupuntura; argilas e banhos terapêuticos);

– Técnicas corporais: contato mãe-bebê, reorganização dos espaços viscerais, alterações posturais, dores e intervenções positivas, técnicas para virar bebê (métodos suaves), preparo psico-físico para o trabalho de parto, toques e manobras para o trabalho de parto.

– O ninho: evitando a Depressão Pós-Parto ou… Tratando a DPP.

Publico-alvo: profissionais de saúde (inclui médic@s, enfermeir@s, parteir@s, doulas, fisioterapeutas, intrutores de yoga, profissionais de ed. física, terapeutas corporais, etc.)

Data e Local das Próximas Turmas :

Ministrado sempre por convite e por isso mesmo nem sempre divulgado. Quando o for, será divulgado em nosso site e no Portal Verde.

Certificação Especial incluída

Professor:

ARNALDO V. CARVALHO
Terapia Corporal / Naturopatia

Pai de cinco filhas, fundador do Portal Verde, do site Calor Humano, do Projeto Parapapais, é Professor de Terapias Corporais e criador do Shiatsu Emocional; participa de movimentos em favor da gestação e do parto humanizado desde 1999, tendo formação em Gestação e Parto Ecológico com Heloísa Lessa, Laura Uplinger e Michel Odent. Vem estudando e desenvolvendo protocolos e técnicas de massagem para bebês desde esse tempo.

Read Full Post »

O consultório onde atendia, na Rua Real Grandeza, era habitado por Heloísa Lessa, a papisa do parto ecológico, Rodrigo Vianna, obstetra humanizado e meu ilustríssimo irmão. Em toda a parte, as referências à gestação, parto e nascimento podiam ser vistas, em fotos, panfletos, esculturas. Essa é uma gestante escupida pelo filho do Mestre Vitalino, e nos olhava de um cantinho ao lado da pia do banheiro, enquanto acarinhava eternamente sua barriga cheia de Vida.

Publico essa imagem em homenagem à ginecologista Dra. Belinha, minha avó, que se viva hoje faria 102 anos. Foto tirada em 2011. (Arnaldo)

cel_claro 049.jpg

Read Full Post »

Essa linda estatueta estilizada, entalhada em madeira e com o feto destacável, habita a mesa da sala onde atendo. O local é reduto obstétrico: todos os profissionais dali trabalham diretamente no cenário do parto.

E eu?

Estatueta gestante

Impressionada, emocionada, a mulher de madeira introspecta em direção ao próprio ventre. Uma bela ode ao período supremo do feminino. Foto tirada de um telefone de baixa tecnologia, em 2013.

Eu ajudo pessoas a re-gestarem-se, e comemoro quando estão prontos e finalmente parem-se.

Arnaldo V. Carvalho

Read Full Post »

Enquanto fazia minha formação em Gestação e Parto Ecológico com feras como Michel Odent, Heloísa Lessa, Ricardo Chaves e Laura Uplinger, percebi o quanto essa maneira de preparar e receber novos habitantes no Planeta Terra carece de voz.  Por mais que  a sociedade se manifeste interessada no assunto, parece haver um “desinteresse intencional” por parte da mídia. Fico pensando o quanto divulgar representa ameaça a uma indústria predadora, que há muito direciona os veículos de comunicação e se torna a grande formadora de mentalidade em todo o mundo.

Daí que surgiu a ideia de utilizar a Internet, ainda o meio mais democrático, para fazer essa maneira de ver as coisas poder ser lida, escutada, debatida. Não há interesse em impor coisa alguma, apenas de apresentar uma outra possibilidade, um ponto de vista incrívelmente desconhecido por boa parte das pessoas, por mais natural que um dia tenha sido.

Foi assim que rodamos esse vídeo. Ele é o piloto de uma série de mini-entrevistas que estão sendo preparadas com especialistas ligados a gestação e parto. Foi feito de forma bastante amadora, apenas pela crença de que uma nova consciência precisa surgir no ser humano. Por ele mesmo, pela Terra, pelos filhos, pelos e por tudo o que vem.

Nessa entrevista Diana Schneider conta um pouco sobre sua trajetória como auxiliar em trabalhos de parto e seu trabalho de consciencia corporal para gestantes envolvendo música e dança.

Para saber mais sobre seu trabalho acesse:

https://dianaschneider.wordpress.com/
http://www.facebook.com/groups/santamae/
http://www.facebook.com/StudioDharmaG…

Read Full Post »

%d bloggers like this: